“6 dicas de como ler mais e melhor” – Vale conferir! — O Bem Viver

Sexta-feira, fim de semana chegando, tempo livre para relaxar. Isso lembra algumas atividades fora da rotina normal, como viajar em um bom livro. Quem me acompanha por aqui percebe que sou ativo incentivador da leitura. O hábito de ler traz tantos benefícios que não preciso ficar repetindo. Funciona, por exemplo, até mesmo como terapia para o […]

via “6 dicas de como ler mais e melhor” – Vale conferir! — O Bem Viver

Destaque

Interessante!

Navegando pelas “águas” da internet, encontrei o site psicologiasdobrasil (www.psicologiasdobrasil.com.br) que, por sinal, me chamou a atenção pelos diversos temas abordados e, ainda, por suas constantes atualizações.

Como um admirador que sou de Rubem Alves, não poderia deixar de mencionar seu pequeno grande (isso mesmo) texto intitulado “Os grandes contra os pequenos”.

Um texto verdadeiro, que nos mostra através de um linguajar simples, característica de Rubem Alves, os absurdos cometidos por nossas escolas no Brasil.

Querem ler? Pois bem, acessem o link abaixo e tenham uma boa leitura.

https://www.psicologiasdobrasil.com.br/os-grandes-contra-os-pequenos-um-texto-triste-atual-e-preocupante-de-rubem-alves/

Um abraço!

Destaque

O desafio de usar a tecnologia nas Salas de Aula

Resultado de imagem para tecnologias nas salas de aula

A tecnologia está presente em todos os momentos de nossa vida, mesmo que direta ou indiretamente, isso é fato.

Em se tratando de educação, algumas escolas passaram a investir em inovações tecnológicas, seja por meio de aquisição de lousas digitais, projetores multimídias, computadores e até mesmo livros digitais, e tais aquisições passam a fazer parte do marketing dessas escolas, o que não deixa de ser louvável, contudo, preocupante.

Preocupante…como assim?

Bem, as escolas não devem simplesmente fazer aquisições desses dispositivos, devem também possuir um plano ou projeto quanto ao uso desses recursos, tanto pelos professores quanto pelos alunos.

No tocante aos professores, e é aí que mora a questão, se não estiverem devidamente preparados para manusear ferramentas de ensino nesses equipamentos tecnológicos, ou seja, nesses recursos, podem acabar tendo decepções que os desanimem e os façam optar por voltar aos métodos tradicionais de ensino.

Uma pergunta que não quer calar: será que o fato de um professor utilizar recursos tecnológicos em suas aulas significa garantia de um ensino eficiente?

De nada adianta uma sala de aula estar dotada de equipamentos de ponta, como projetor multimídia, telão, conexão wifi, alunos com tablets ou notebooks, por exemplo, se o professor “der” sua aula aos moldes tradicionais, com alunos enfileirados em suas carteiras e virados para a lousa ou tela de projeção.

Para tanto, o professor deve buscar inovar suas aulas utilizando, por exemplo, técnicas como a sala de aula invertida, organizando grupos de debates, buscando incentivar nos alunos o despertar pela construção do conhecimento, sendo o professor um norteador, um orientador neste processo.

Finalizando, a adoção de tecnologias para o ensino não deixa de ser um avanço para nossas escolas e alunos, isso é louvável, mas o que fará toda a diferença, na verdade, é o preparo do profissional da educação, ou seja, o investimento em formação, no treinamento e no repasse de informações acerca do uso de tais tecnologias.

Acredito no uso das Tics na Educação, mas preparo do professor é preponderante.

Até o próximo post.

Alunos do século 21

KMZ ASSOCIADOS

Tem se falado inúmeras vezes do baixo rendimento dos alunos no índice do Ideb, da falta de vontade dos estudantes que frequentam as aulas, da formação de professores e da infraestrutura das escolas. Será que realmente os municípios e o Estado querem mudar isto? Há anos trabalho com educação e vejo um comodismo por parte de alguns. Atualmente, os alunos participam de redes sociais, têm celulares com os quais produzem vídeos, fotos e, por vezes, publicam em sites. Escrevem mensagens, jogam e se comunicam com seus pares. Estes, diga-se de passagem, são os mesmos alunos que pelo índice do Ideb não sabem português, matemática… e por aí afora.
O que será que está acontecendo? Por que não aproveitar todo esse potencial para a educação? Tenho ministrado aulas na Pedagogia e escuto de muitas alunas “para que aprender a usar o computador se na maioria das escolas o laboratório de informática…

Ver o post original 254 mais palavras

10 Habilidades que todo docente debería potenciar en el aula

Hugo's space

Interessante: “Estas son las 10 cualidades o habilidades que como docente deberías tener presente cuando te dispones a entrar en un aula. Sin duda se trata de todo un reto para ti, pero tengo el convencimiento de que siendo consciente de dichas habilidades es como serás capaz de afrontarlas con la determinación que una profesión como la de docente exige.”

10 Habilidades que todo docente debería potenciar en el aula

via 10 Habilidades que todo docente debería potenciar en el aula.

Ver o post original

Notícia | Meditação na sala de aula

Achei muito interessante esta prática na sala de aula. Parabéns.

yoga em casa | para conhecer e começar a praticar onde estiver

meditacao-na-escola-gramado-yoga
Foto: Gabriela da Silva | GES-Especial

Meditação faz parte da rotina de aula dos alunos do 5° ano da Escola Nossa Senhora de Fátima em Gramado no Rio Grande do Sul. Os alunos já sabem que ao entrarem na sala, a primeira coisa a ser feita é se sentar confortavelmente na cadeira, fechar os olhos, respirar bem fundo para dar início a um momento de concentração e introspecção.

Ver o post original 240 mais palavras